sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Maceió sedia encontro nacional de entidades de pessoa com deficiência

De 06 a 09 de dezembro Maceió é sede do XV Encontro Nacional de Entidades de Deficientes Físicos. Com o tema “Acessibilidade garantia da Cidadania. O encontro é uma realização da Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos – ONEDF em parceria com a Associação de Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal, e conta com o apoio do governo federal.
Na manhã desta sexta-feira e está acontecendo o primeiro eixo de debates, onde estão sendo abordados temas ligados as barreiras arquitetônicas através dos seguintes painéis:
Acessibilidade em órgãos públicos e espaços de uso público: Desenho Universal – Preferido pelo membro da Associação Brasileira dos Portadores de Visão Monocular.
Acessibilidades nos Transportes Públicos – Proferido por João Alencar, representante do Ministério da Cidades
Acessibilidades: Decreto Federal n.º 5296/2004 , proferido pelo consultor em Mobilidade Urbana e Inclusão Social, Edison Passafaro.
Às 14h será iniciado do segundo eixo de debates onde tem como foco as barreiras de comunicação abordado nos painéis a seguir.
LIBRAS como linguagem oficial: do direito a comunicação sem barreiras que tem como painelista Anderson Tavares, pedagogo e instrutor de libras.
O segundo painel abordará: Ajudas técnicas para a pessoa com deficiência visual: Braile, o cão guia, o livro acessível e a inclusão digital, ministrado por Francisco José de Lima, professor do Centro de Educação Inclusiva da Universidade Federal de Pernambuco.
O último painel da tarde abordará o tema: Comunicação e Deficiência Intelectual, proferido por Fábio Adiron, membro da Comissão Executiva do Fórum Permanente de Educação Inclusiva.
No sábado (08) durante o terceiro e último eixo serão abordados temas ligados às barreiras atitudinais. O primeiro painel será ministrado pela advogada, pesquisadora e consultora da Onedef Suely e tem como tema: Inclusão no mercado de trabalho: afinal, o mercado de trabalho está se tornando acessível?
O segundo painel do dia tem como tema: Educação Inclusiva: o ensino como criador e reprodutor de idéias inclusivas, e tem como painelista Carlos Alves Rocha.
Finalizando os painéis de debate Gabriel Luís de Almeida, integrante da Comissão de Capacitação do Núcleo de Combate às Desigualdades nas oportunidades de Trabalho, abordará o tema: Violência doméstica contra a pessoa com deficiência: o primeiro obstáculo à acessibilidade.

De acordo com a coordenadora da Onedef e presidente da Adefal, Roseane Cavalcante o encontro tem como objetivo fortalecer no Brasil o movimento em defesa da pessoa com deficiência, como também debater de forma ampla o tema acessibilidade abordado sobre vários eixos.
Ao falar sobre a importância de encontro que reuni representante de 15 estados brasileiros, Roseane destaca que é um momento ímpar para o Estado e principalmente para o crescimento do movimento da pessoa com deficiência no Brasil, tendo em vista que durante três dias representantes de várias associações estarão traçando prioridades e debatendo, um dos temas mais importantes para garantir o direito da cidadania da pessoa com deficiência, que é a Acessibilidade.
Jade Magalhães

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

EM FOCO


XV Encontro nacional de entidades de deficientes físicos acontece em Maceió

A Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos – ONEDF em parceria com a Associação de Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal e o governo federal realizam de 06 a 09 de dezembro o XV Encontro Nacional de Entidades de Deficientes Físicos. Com o tema “Acessibilidade garantia da Cidadania”, o evento reunirá na capital alagoana representante de 15 estados brasileiros. A cerimônia de abertura acontece no dia 06 às 19h no auditório do hotel Matsubara, no bairro de Crus das Almas.
De acordo com a coordenadora da Onedef e presidente da Adefal, Roseane Cavalcante o encontro tem como objetivo fortalecer no Brasil o movimento em defesa da pessoa com deficiência, como também debater de forma ampla o tema acessibilidade que será abordado sobre os seguintes eixos:
Barreiras arquitetônicas, abordando acessibilidade em órgão e espaços de uso público, acessibilidade nos transportes e o direito a acessibilidade – Decreto Federal n.º 5296/2004.
Barreiras de comunicação, onde será abordado os seguintes temas, LIBRAS como linguagem oficial, Ajudas Técnicas para a pessoa com deficiência visual: Braile, o cão Guia, livro acessível e inclusão digital.
Barreiras atitudinais, que abordará importantes aspectos como inclusão no mercado de trabalho, educação inclusiva e violência doméstica contra a pessoa com deficiência.
Ao falar sobre a importância de encontro, Roseane destaca que é um momento ímpar para o Estado e principalmente para o crescimento do movimento da pessoa com deficiência no Brasil, tendo em vista que durante três dias representantes de várias associações estarão traçando prioridades e debatendo, um dos temas mais importantes para garantir o direito da cidadania da pessoa com deficiência, que é a Acessibilidade.
“Vamos reunir nesse período, cerca de 130 pessoa que terão a oportunidade de debater temas relevantes com grandes nomes da área, como Edson Passafaro, consultor em mobilidade Urbana e inclusão social, Fábio Adiron, membro da Comissão Executiva do Fórum Permanente de Educação Inclusiva e Francisco José de Lima, professor do Centro de Educação Inclusiva da Universidade Federal de Pernambuco”, falou Roseane.

Jade Magalhães

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Adefal participa de campanha de combate a Dengue

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde realiza nesta sexta-feira (23) campanha de combate a dengue, a ação faz parte do calendário de atividades do Dia “D” de combate a Dengue que acontecerá neste sábado dia 24.
As atividades acontecem na sede da Adefal e se estende por todo o dia, contando com distribuição de panfletos, palestra educativa, vídeos educacionais e apresentação de fantoches.
Às 8h de forma lúdica os personagens do fantoche Joãozinho e Mariazinha, do projeto respeitando as diferenças, estarão dando explicações sobre dengue e convidado a todos a participar da campanha.
Com o tema “Combater a Dengue é um dever meu, seu e de todas”, Rosalva Yanes Martin, consultora do programa Nacional de Controle da Dengue em Alagoas vai alertar a todos sobre os cuidados e a gravidade da doença. A Palestra terá início às 9h e acontecerá no Auditório da Adefal já às 14 horas, também no auditório da adefal, será apresentado um vídeo educativo sobre a dengue.
Ao falar sobre a campanha a presidente da Adefal, Roseane Cavalcante destaca a importância da iniciativa do governo do estado e da secretaria estadual de saúde como também ressalta a necessidade da participação de toda sociedade civil organizada nesta luta. “Como o próprio tema da campanha traz combater a dengue é um dever de todos, e nós da Adefal estamos apoiando este movimento e fazendo a nossa parte”, finalizou Roseane.

Jade Magalhães

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Adefal realiza campanha de prevenção e combate ao diabetes

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal realiza nesta quarta-feira (14) campanha de prevenção e combate aos diabetes. A ação marca a passagem do Dia “D” (14 de novembro) de combate e prevenção ao diabetes. Durante todo dia a equipe de enfermagem da instituição irá realizar teste de glicemia nos usuários que comparecerem a sede da Adefal, na Rua Clementino do Monte, 312 – Farol.
Já às 14h no auditório da Adefal será realizado um ciclo de palestras sobre como prevenir e controlar o debates. As palestras serão proferidas pela enfermeira Cícera Juliana do CAPS de Matriz de Camaragibe e da fisioterapeuta Fátima Machado.
Jade Magalhães

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Secretário de esporte participa de homenagem à equipe de paraatletas mirins da Adefal

O brilhante resultado da equipe de paraatletas mirins da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal durante o II Campeonato Brasileiro Escolar Paraolímpico, um dos maiores eventos esportivos para crianças em idade escolar com deficiência, será festejado nesta quinta-feira (01) durante um lanche coletivo às 9h30 no auditório da Adefal.
De acordo com a presidente da Adefal Roseane Cavalcante, o encontro tem como objetivo parabenizar os jovens atletas por seu desempenho e principalmente reconhecer a importância do projeto Escolinha de Atletismo Vencendo Limites, implantado a pouco mais de três meses.
Para prestigiar esta homenagem estará presente a solenidade o secretário adjunto de esporte da Estado, Roberto Mendes.
Jade Magalhães

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Equipe de paraatletas mirins da Adefal estréia com medalhas em Brasília

A equipe de paraatletas mirins da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal traz para Casa 11 medalhas, e Estréia com o pé direito durante o II Campeonato Brasileiro Escolar Paraolímpico, um dos maiores eventos esportivos para crianças em idade escolar com deficiência.
O Campeonato realizado em Brasília de 22 a 26 de outubro reuniu mais de 300 competidores de 14 estados onde disputaram provas de atletismo, natação, tênis de mesa e goalball. Participam do campeonato os estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Sergipe, além do Distrito Federal.
A delegação da Adefal contou com a participação de 15 atletas, entre 12 e 17 anos, sendo desses 13 estreantes em competições. Na natação a paraatleta Érica Ferro, 17 anos mostrou seu potencial e garantiu ouro nos 50 e 100 m livre e prata nos 100m peito a sim como a atleta estreante Paula Fracinete, 14 anos que garantiu a prata nos 50m peito.
No atletismo o destaque vai para as atletas Marivane Oliveira, 17 anos que garantiu a medalha de ouro em arremesso de peso e lançamento de disco e dardo e Joice Alves, 12 anos que garantiu ouro no arremesso de peso.
Atleta Ana Patrícia, 12 anos vítima de paralisia cerebral, que participou de sua primeira competição deu um verdadeiro exemplo de superação e garantiu o ouro nos 75m e 150m rasos. Outro destaque foi o paraatleta Rafael da Silva, 14 anos que conquistou o bronze nos 600m rasos.
Segundo a Elisângela Alves, técnica e coordenadora do projeto Escolinha de Atletismo - Vencendo Limites resultado do grupo foi bastante satisfatório tendo em vista, principalmente ao levar em consideração que a maioria desses atletas estão treinando a menos de 4 meses. “Acredito que todos deram um verdadeiro exemplo de superação, acredito que logo teremos grandes nomes no ranking do esporte infantil”, destacou.
Já a presidente da Adefal, Roseane Cavalcante acrescenta a importância do esporte para o desenvolvimento social, cultural e para o processo de reabilitação dessas crianças. “Estamos orgulhosos em ver tanta garra nessa nova geração de atletas. É bom saber que eles estão trilhando um brilhante caminho que os pode levar a conquistas ainda maiores”,ressaltou Roseane.

Jade Magalhães

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Adefal realiza palestra sobre Convenção da ONU no que se refere aos direitos da pessoa com deficiência

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal realiza nesta sexta-feira (26) às 15h, no auditório da Instituição, palestra para debater a Convenção da ONU – dos Direitos da pessoa com deficiência. A palestra tem como objetivo levar ao público as proposta da ONU como também ratificar a referida convenção no que trata dos direitos da pessoa com deficiência.
Com o tema "Conversando e nos posicionando sobre a Convenção da ONU, que trata dos direitos da pessoa com deficiência". A palestra será ministrada por Márcia Lima, Estagiária do Balcão de Atendimento Jurídico especializado em questões relativas às pessoas com deficiência, da ADEFAL.
Márcia é Graduada em Administração e Pós-Graduada em Deficiência Mental e Auditiva. Atualmente está cursando Direito no CESMAC. Integrante da AAPPE – Associação dos Pais e Amigos de Pessoas Especiais e do Banco de Intérpretes da ASAL- Associação de Surdes de Alagoas, a estudante, fluente em LIBRAS e na escrita e leitura em Braile, vem ao longo de sua vida desenvolvendo inúmeros trabalhos voltados a pessoa com deficiência.

Jade Magalhães

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Convênio entre Tribunal Regional do Trabalho e Adefal gera emprego para pessoas com deficiência

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal e o Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região oficializam nesta terça-feira (23) às 9h na sede da Adefal, o convênio para contratação, através da Adefal, de pessoas com deficiência para atuarem como prestadores de serviços na área de apoio administrativo do Tribunal.
Inicialmente 12 funcionários irão prestar serviços ao Tribunal, a exemplo do convênio firmado com CEAL, onde 40 funcionários prestam serviços em várias áreas.
Para a presidente da Adefal, Roseane Cavalcante o convênio é de grande importância, pois gera oportunidades reais de inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. “Nós temos um cadastra de mais de 1 mil deficientes, conhecemos suas limitações e potencialidades o que facilita a indicação para atuarem com competência os cargos ofertados”, explicou.
Ao destacar os avanços na oportunidade de empregos para pessoa com Deficiência Roseane ressalta o artigo 93, da Lei n.º 8.213/91, onde obriga que empresas com mais e 100 e menos de 200 funcionários reservarem pelo menos 2% das vagas a deficientes físicos; de 201 a 500 funcionários, 3%; 5001 a mil funcionários, 4% e o percentual de 5% para as empresas com mais de mil empregados.
“Acredito que a visão do setor empresarial, assim como de várias Instituições vem mudando em relação ao trabalho desenvolvido por pessoas com deficiência. Eles hoje já não têm tanto receio em contratá-los”, destacou Roseane.
Para Roseane um dos grandes entraves no crescimento do mercado de trabalho, para a pessoa com deficiência, é a falta de qualificação e escolaridade, como também, a falta de estrutura física de muitas empresas, o qual inviabiliza o trabalho de alguns deficientes e desrespeita a Lei de Acessibilidade. “Por isso o convênio entre Adefal e instituições é muito importante, pois ao encaminharmos uma pessoa para o trabalho, indicaremos dentro do perfil que possibilite a realização do trabalho. Imagine contratar um cadeirante para trabalhar no terceiro andar de um prédio sem elevador, seria inviável”, destacou Roseane.
Com a preocupação de ampliar as chances de inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, a Adefal vem desenvolvendo inúmeros programas de capacitação, entre eles destaca-se a parceria com o Senac e Senai que anualmente disponibilizam cerca de 100 vagas totalmente gratuitas para deficientes em vários cursos profissionalizantes.
Segundo Roseane esse trabalho de qualificação vem se ampliando cada vez mais, o que representa uma demanda ainda maior de profissionais qualificados na Instituição. “Essa busca por qualificação é a prova que a visão dos próprios deficientes, também está mudando, e cada dia mais eles buscam ampliar suas chances de serem inseridos no mercado de trabalho”, revelou.
Em Alagoas segundo dados recentes do Instituto Brasileiro Geográfico e Estatístico (IBGE). A população que possui algum tipo de deficiência é superior a 452 mil pessoas. Os cálculos apontam que são pouco mais de 16% da população. Os números revelam, ainda, que 14,5% da população brasileira tem alguma deficiência.
Segundo Roseane, o número de deficientes no mercado de trabalho em Alagoas ainda não é satisfatório, mas vem apresentando um crescimento significativo graças ao trabalho de fiscalização da Delegacia Regional do Trabalho junto as grandes empresas do Estado.


Jade Magalhães

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Atletas da Adefal entram para o Hall da Fama


Os atletas João Tenório e Roseane Cavalcante da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal entram para o Hall da Fama, uma homenagem da secretaria Estadual de Esporte a personalidades que se destacaram no seguimento esportivo.
Este é o segundo ano que a Secretaria realiza essa ação e no próximo dia 25, data que marca os 37 anos do Estádio Rei Pelé serão homenageadas as 10 personalidades desta edição do Hall da Fama.
Serão homenageados através do voto popular as seguintes personalidades:
Na Categoria Jogador Profissional estão os atletas Zezinho com 415 votos, Ricardo com 336 votos, Zé Preta com 326 votos e Silva 323 votos.
Já na categoria esportes olímpicos os homenageados são Belo do futevôlei com 256 votos e José Carlos Santana maratonista) com 219 votos.
No paradesporto os eleitos foram Roseane Cavalcante da Adefal, na natação com 440 votos e João Tenório no atletismo com 310 votos.
Na categoria cronista esportivo os eleitos foram O narrador Arivaldo Maia com 321 votos e o comentarista Waldemir Rodrigues com 187 votos.
Também receberão homenagens especiais prestadas pelo Governo do Estado o ex-jogador Jairzinho, José Sebastião Bastos, ex-presidente da Federação Alagoana de Futebol e atual vice-presidente da CBF, Carlos Paes, ex-jogador de basquete e Ivon Cordeiro professor de educação de física.
Jade Magalhães

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Secretário adjunto de esporte do Estado participa de café da manhã com atletas da Adefal

O secretário adjunto de esporte da Estado, Roberto Mendes participa nesta terça-feira (16) às 9h de um café da manhã na Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal, na ocasião além de conhecer as instalações da Instituição Roberto Mendes irá conversar com a equipe de paraatletas e preparadores técnicos da Adefal.
No encontra será apresentado ao secretário o projeto “Escolinha de Atletismo - Vencendo Limites” implantado a pouco mais de três meses. O projeto tem com objetivo desperta nas crianças e nos adolescentes o interesse pelo esporte tornando-o um complemento na rotina de atividades de reabilitação dessas crianças.
Atualmente a Adefal conta com mais de 40 atletas nas modalidades de basquete em cadeiras de rodas, atletismo e natação. Número que segundo a presidente da Adefal, Roseane Cavalcante deve triplicar com a ampliação do novo projeto.
Para Roseane a prática esportiva além de auxiliar na reabilitação motora dos atletas, contribui de forma significativa no processo de reabilitação psicológica e social, tendo em vista que através do esporte cada vez mais os paraatletas vêem ganhando espaço e reconhecimento na sociedade.
Elisângela Alves, técnica e coordenadora do projeto Escolinha de Atletismo - Vencendo Limites, vê o projeto de forma bastante positiva e ressalta a importância do mesmo para o desenvolvimento das crianças e dos adolescentes. “Ao começar a participar das aulas, logo se percebe que os nossos paraatletas mirins começam a vê que podem ir muito mais além, eles descobrem realmente que podem vencer limites”, acrescentou.
Elisângela destaca, ainda, a importância do despertar para a prática esportiva na fase da infância e da adolescência, requisito que o projeto vem cumprindo. Hoje 15 crianças entre 9 e 17 anos, participam do projeto, o que possibilita a descobertos de novos fenômenos no esportes, a exemplo da paraatleta Sônia Gouveia, que atualmente acumula mais de 230 medalhas.
“Sônia só descobriu o esporte aos 20 anos e hoje é esse exemplo de atleta. As nossas crianças ao iniciarem precocemente a atividade esportiva terão a oportunidade de ir muito mais além, e quem sabe descobriremos outras Sônia e outros João Tenório, atletas da Adefal reconhecidos nacional e internacionalmente”, finalizou Elisângela.

Jade Magalhães

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Adefal comemora dia das crianças

Palhaços, animadores e muitos brinquedos vão fazer a alegria da criançada durante a festividade do dia das crianças da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas. A festa acontece nesta quinta-feira (11) às 9h30 no estacionamento da Adefal.
Este ano o evento contou com o incentivo a mais, a campanha “Adote um Sorriso, doe um brinquedo”, onde a solidariedade de funcionários e colaboradores que garantiu a distribuição de mais de 200 presentes.
Atualmente a Associação atende cerca de 600 crianças de todo Estado, disponibilizando atendimentos na área clínica médica, reabilitação, saúde auditiva. A pouco mais de um mês foi implantado o projeto atletas do futuro, onde as crianças participam de treinamentos nas modalidades de atletismo e natação.
Aproveitando as atividades da semana da criança a Adefal iniciou ontem (10) o projeto respeitando as diferenças. A campanha tem como objetivo desperta a conscientização de crianças e adolescentes no que se refere à inclusão social das pessoas com deficiência.
A primeira ação do projeto foi na escola Brinquedoteca e na Escola Estadual Teotônio Vilela, onde através de teatro de fantoche e com participação da paraatleta Sônia Gouveia a equipe de forma lúdica abordou temas importantes, como discriminação, preconceito, acessibilidades e inclusão social. Na ocasião também foi lançado para as crianças o concurso de desenhos onde será abordado o seguinte tema: Eu respeito às diferenças. Os ganhadores do concurso serão conhecidos em solenidade que será realizado em dezembro deste ano e os desenhos selecionadas para final do concurso estarão em exposição na Adefal.
Jade Magalhães

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Adefal lança campanha “respeitando as diferenças” em escolas de ensino fundamental

Aproveitando as atividades da semana da criança a Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal inicia amanhã o projeto respeitando as diferenças. A campanha tem como objetivo desperta a conscientização de crianças e adolescentes no que se refere à inclusão social das pessoas com deficiência.
Com o foco na formação de uma sociedade mais inclusiva e menos preconceituosa. A campanha será uma ação permanente da Adefal e percorrerá escolas de ensino fundamental da rede pública e particular de Maceió.
A primeira ação do projeto é o lançamento de um concurso de desenho onde será abordado o seguinte tema: Eu respeito às diferenças. Os ganhadores do concurso serão conhecidos em solenidade que será realizado em dezembro deste ano e os desenhos selecionadas para final do concurso estarão em exposição na Adefal.
Nesta quarta-feira às 8h uma equipe da Adefal inicia a campanha na escola Brinquedoteca no bairro do Farol. Através de teatro de fantoche e com participação da paraatleta Sônia Gouveia, que garantiu para o Brasil a primeira medalha nos jogos do Parapam 2007, a equipe de forma lúdica abordará o tema em foco e lançará o concurso de desenhos. Já às 10h a equipe fará uma apresentação na Escola Estadual Teotônio Vilela, localizado no CEPA.
Para a presidente da Adefal, Roseane Cavalcante O projeto é de grande relevância, pois surge para ressaltar importância de ações inclusivas, principalmente na área escolar, tendo em vista a necessidade de acabar com preconceitos os quais leva a sociedade vê as pessoas com deficiência com pessoas incapazes.


Jade Magalhães

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Adefal lança campanha adote um sorriso doe um brinquedo


A associação dos Deficientes Físicos de Alagoas iniciou está semana a campanha “Adote um sorriso, Doe um brinquedo”. A campanha estende-se até o dia 10 de outubro e tem como objetivo arrecadar brinquedos para a festividade do dia das crianças que acontecerá no próximo dia 11, no estacionamento da Instituição.
Atualmente a Associação atende mais de 600 crianças de todo Estado, disponibilizando atendimentos na área clínica médica, reabilitação, saúde auditiva. A pouco mais de um mês foi implantado o projeto atletas do futuro, onde as crianças participam de treinamentos nas modalidades de atletismo e natação.
As doações devem ser encaminhadas à sede da Adefal na Rua Clementino do Monte, 312 no bairro do Farol. Maiores Informações pelo tel. 2121-8670 e 2121-8677.

Jade Magalhães

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Governo Federal lança campanha de inclusão social para pessoa com deficiência

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou em Brasília, na última quarta-feira (26), o programa social "Inclusão das Pessoas com Deficiência", que prevê investimentos de R$ 2,4 bilhões até 2010 para ampliação e implantação de projetos voltados para educação, saúde, habitação, transporte e acessibilidade das pessoas com deficiência.
O programa atende o que está previsto na convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência, promulgado em 2002 pela Organização das Nações Unidas (ONU) onde estabelece os princípios e obrigações para os governos, tornando-os responsáveis pelo cumprimento do mesmo.
Para a presidente da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas, Roseane Cavalcante que acompanhou o lançamento da campanha em Brasília, o programa traz inúmeros avanços para a pessoa com deficiência, desde mudanças para o recebimento do benefício de prestação continuada, como também na adequação das tabelas para concessão de órteses e próteses, defasados a mais de 10 anos, gerando com isso um demanda reprimida muito grande.
“Só a Adefal atualmente tem uma lista de espera de quase 1000 órteses e próteses, a defasagem na tabela dificulta a redução deste número, tendo em vista que diariamente pacientes dão entrada para ter direito a esses serviços. Acredito que com a implantação deste programa e o reajuste das tabelas com certeza reduziremos esse demanda reprimida”, destacou Roseane.
Ao falar da importância do Programa, Roseane que também é coordenadora da Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos (Onedef) ressalta que o mesmo vai beneficiar cerca de 24,6 milhões de brasileiros, o que corresponde a 14,5% da população.
Roseane destaca ainda a necessidade da sensibilidade dos gestores municipais e estaduais para tentar resolver os problemas que atingem as pessoas com deficiências. “O programa do governo federal veio para garantir os recursos financeiros para projetos em várias áreas, mas é preciso que se trace às prioridades locais e que o governo levante essa bandeira e realmente implantem esses projetos. Na teoria tudo é muito fácil, mas na hora de executar e que se aprece as dificuldades”, finalizou Roseane.



Jade Magalhães

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Comenda Gerônimo Ciqueira


Izabel de Loureiro Maior - Coordenadora da CORDE - Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República foi homenageada, no último dia 22 pela Câmara Municipal de Maceió com a Comenda Vereador Gerônimo Ciqueira.

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

ADEFAL é homenageada com a Comenda Gerônimo Ciqueira


A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal foi homenageada na última quinta-feira (20) coma a Comenda Vereador Gerônimo Ciqueira concedida pela Câmara Municipal de Maceió. A Comenda instituída em abril deste ano tem como objetivo o reconhecer os relevantes serviços prestados por instituiçoes e pessoas físicas em defesa da pessoa com deficiência.

APAE inaugura laboratório de pesquisa e diagnóstico

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE de Maceió inaugurou nesta sexta-feira (21) O Instituto de Pesquisa e Diagnóstico Laboratoriais - IPDL.
O Laboratório faz parte de um projeto de prevenção no qual irá realizar exames em gestante de Maceió, com o objetivo de diagnosticar possíveis problemas de saúde que possam afetar a criança.

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Adefal lança campanha de inclusão social no dia nacional de luta em defesa dos deficientes

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal lança na próxima sexta-feira (21) às 11:30, no ginásio do Colégio Marista, a campanha de inclusão social através da prática esportiva. O projeto tem como objetivo levar os atletas da instituição para fazer apresentações de basquete em escolas e universidades de Maceió, como também proporcionar palestra sobre temas específicos.
Com o foco na formação de crianças jovens e adultos a campanha é mais uma ação de inclusão e resgate da cidadania, contribuindo assim para a construção de uma sociedade mais inclusiva e menos preconceituosa.
Ao falar sobre o projeto a presidente da Adefal, Roseane Cavalcante destaca a importância de ações inclusivas, principalmente na área educacional, tendo em vista a necessidade de acabar com preconceitos os quais leva a sociedade vê as pessoas com deficiência com coitados ou incapazes.
Roseane destaca ainda que essa é a primeira ação da Adefal junto a instituições educacionais. “Hoje já temos ações de inclusão no mercado de trabalho, na garantia de direitos, na saúde, no esporte, mas especificamente na área da educação essa é a primeira ação voltada ao seguimento”, explicou Roseane.
O projeto que inicia neste dia 21 marca a passagem do dia nacional e municipal de luta em defesa da pessoa com deficiência. Para Roseane é preciso ir muito mais além do que a garantia de direitos, é necessário acima de tudo à garantia de respeito e dignidade. “Ao quebrarmos as barreiras do preconceito, certamente estamos dando a possibilidade que as pessoas com deficiência sejam vistas não por suas limitações, e sim por suas potencialidades”, finalizou Roseane.

Jade Magalhães

terça-feira, 18 de setembro de 2007

CONVITE

Comenda Gerônimo Ciqueira




A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas convida todos os funcionários, pacientes e amigos para a solenidade de recebimento da Comenda Gerônimo Ciqueira.

A Adefal será uma das 20 instituições homenageadas pela Câmara Municipal de Maceió com a Comenda Gerônimo Ciqueira. Instituída em abril deste ano a Comenda tem como objetivo reconhecer personalidades e instituições que atuam em defesa da pessoa com deficiência em Maceió.

Para todos que fazem a Adefal receber está homenagem tem um significado especial tendo em vista que a mesma recebe o nome do grande idealizador da instituição, Gerônimo Ciqueira, um verdadeiro Herói.

LOCAL: Auditória da ESMAL - Rua Cônego Machado S/N- Farol (Rua do Cesmac)
DATA: 20 DE SETEMBRO - QUINTA-FEIRA
HORA: 17 H (5 HORAS DA TARDE)

Adefal participa de Desfile de 16 de setembro



video

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Adefal realiza palestra sobre reserva de vagas para pessoas com deficiência em concurso público

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas realiza nesta sexta-feira (13) às 15h palestra sobre reserva de vagas para pessoas com deficiência em concurso público.A palestra será ministrada pelo estudante do 5º ano de direito da Universidade Federal de Alagoas – Ufal Elder Soares da Silva.
A discussão tem como foco a análise do estado atual das leis que dispõem sobre reserva de cargos e empregos públicos às pessoas com deficiência, e do art. 37, inciso VIII, da Constituição Federal de 1988.”VIII - a lei reservará percentual dos cargos e empregos públicos para as pessoas portadoras de deficiência e definirá os critérios de sua admissão”.
A palestra contará com a participação de estudantes universitários e representantes de associações de deficientes físicos ligadas a Federação de Entidades de Pessoas com Deficiência – FEDEFAL.

Jade Magalhães

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Adefal é finalista no Prêmio Sentidos edição 2007

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal está entre as 10 finalistas do I Prêmio Sentidos edição 2007, categoria Menção Honrosa – 3º setor. O concurso promovido pela Associação para Valorização e Promoção do Excepcional - AVAPE, para a Revista Sentidos e com apoio da Radio e Televisão Record S/A tem como objetivo incentivar o desenvolvimento dos talentos participantes e premiar idéias inovadoras na área da inclusão social das pessoas com deficiência, sendo aberto a pessoas físicas e jurídicas envolvidas direta ou indiretamente com a temática.
Das 10 finalista a Adefal é a única instituição que representante a região nordeste tendo como seus concorrentes 8 entidades do estado de São Paulo e 1 (uma) de Santa Catarina.
O Prêmio Sentidos contemplará 3 (três) categorias distintas, subdivididas da seguinte forma: “Gente como a gente”: onde serão avaliadas trajetórias de vida que demonstrem superação das dificuldades impostas pela deficiência; “Talentos Especiais”: que avalia performances artísticas e esportivas que superem, por meio do talento e do esforço pessoal, as dificuldades impostas pela deficiência que o proponente apresenta. Esta categoria será subdividida em 3 subcategorias: Esporte: Arte e Literatura e “Menção Honrosa”: que vai homenagear 01 (uma) empresa/governo e 01 (uma) organização do terceiro setor que contribuam para a inclusão social da pessoa com deficiência.
As 10 finalistas passaram por uma nova etapa de eleminação onde serão escolhidas 3 (três) entidades de cada uma das categorias e subcategorias. A premiação dos 6 (seis) vencedores será feita em evento a ser realizado em setembro de 2007, na cidade de São Paulo (SP), em data ainda ser definida. Os três finalistas de cada categoria e subcategoria serão convidados, juntamente com um acompanhante, para participação do evento de premiação.

Jade Magalhães

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

terça-feira, 21 de agosto de 2007

Semana do Deficiente


Adefal inaugura anexo II e amplia serviço neurosensorial


A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal inaugura nesta quarta-feira (22) às 10h o segundo anexo da Instituição, que funcionará na rua José de Alencar, 134 no bairro do Farol. Com a implantação do novo Centro Adefal amplia para mais 110 vagas os atendimentos neurosensorial destinado ao tratamento de crianças de 0 à 16 anos.
A solenidade de inauguração marca a passagem da semana estadual da pessoa com deficiência que acontece de 21 a 28 de agosto. O evento contará, ainda, com a presença do presidente da Assembléia Legislativa, Antonio Albuquerque (DEM), e de uma comitiva de deputados os quais na ocasião, farão a doação de um cheque no valor de R$ 10.000,00. Recurso esse decorrente dos descontos nos subsídios dos deputados faltosos.
Na quinta-feira (23) às 9h no auditório da Adefal será feita à entrega de cadeiras de rodas especiais. Cadeiras feitas sob medidas para pacientes com paralisia cerebral e distúrbios neurológicos graves. Segundo o fisioterapeuta Elson Férrer estas cadeiras trazem grandes benefícios no processo reabilitação postural como também para um maior conforto do paciente.
Já na sexta-feira dia (24) a Adefal realiza uma homenagem aos quatro atletas que participaram do Parapan-americano Rio 2007, Sônia Gouveia, João Tenório, Roseane Ferreira (Rosinha) e Yohansson Ferreira O evento. O evento acontece às 19h no auditório do Maceió Mar Hotel e contará na abertura com apresentação de Ballet em cadeira de rodas.
A equipe de basquete em cadeira de roda Adefal/Sessi também participa das atividades em comemoração a semana do deficiente com apresentações na quinta-feira às 14h no Colégio Benício Dantas – Poço, no sábado às 8h no Sesi Cambona e no domingo às 9h no Ginásio Municipal da cidade de São Miguel dos Campos.


Jade Magalhães

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Atleta da Adefal Sônia Gouveia conquista primeira medalha brasileira nos jogos pararapan-americano

A atleta alagoana Sônia Gouveia, da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal garantiu a primeira medalha brasileira nos jogos parapan-amerciano Rio 2007. A atleta conquistou o bronze no arremesso de dardo, no Estádio Olímpico João Havelange, medalha que teve o brilho do ouro para o torcedor brasileiro. As medalhas de prata e ouro ficaram com as mexicanas Estela Salas e Esther Eivera.
Sônia Gouveia, categoria F53 em lançamento de discos e dardo e arremesso de peso, aos 49 anos acumula em seu currículo, além de recordes mundiais a participação em três (3) parapan, quatro (4) campeonatos mundiais e uma (1) olimpíada.
A estréia da equipe brasileira nos Jogos Parapan-americanos não poderia ser melhor. Logo no primeiro dia de competições, a conquista de 25 medalhas brasileiras deixou o país na liderança do Parapan. Foram nove medalhas de ouro, seis de prata e dez de bronze. O Canadá vem atrás, em segundo lugar, com 12 medalhas (seis de ouro, três de prata e três de bronze). Em terceiro está os Estados Unidos com 15 medalhas (cinco de ouro, seis de prata e quatro de bronze). O Canadá superou os Estados Unidos em medalhas de ouro, por isso, ficou na segunda posição.
Nesta terça-feira (14), também representando o estado de Alagoas e a Adefal o atleta João Tenório, categoria F55 promete fazer uma brilhante atuação e quem sabe mais uma medalha para o Brasil e para o povo alagoano.
João Tenório, 33 anos, pernambucano de origem, mas alagoano de coração, perdeu os movimentos dos membros inferiores há cerca de 9 anos em um acidente de trabalho, onde caiu de uma altura de 12 m, desde então dedica-se a prática esportiva, este é o primeiro parapan-americano disputado pelo atleta que vai disputar nas categorias de lançamento de discos e dardo e arremesso de peso
A veterana Sônia Gouveia volta a competir amanhã (15) desta vez a expectativa de medalhas é no lançamento de disco e na próxima sexta-feira a atleta encerra sua participação no parapan na disputa em arremesso de peso.


Jade Magalhães

sábado, 11 de agosto de 2007

Adefal comemora 26 anos de luta em defesa dos deficientes

A Associação dos deficientes físicos de Alagoas – Adefal comemora nesta segunda feira (13) 26 anos de luta em defesa dos direitos da pessoa com deficiência, a data será marcada com a realização de uma missa de ação de graça pelos 26 anos da Instituição, como também em memória do aniversário natalino dos grandes idealizadores da Adefal, Gerônimo Ciqueira (12/08) e Walmer urtiga (11/08). No momento também será celebrada a missa de cinco meses de falecimento de Gerônimo.
A missa acontece na sede da Adefal e terá início às 16 horas, um momento que segundo a presidente da Instituição Roseane Cavalcante, é motivo de alegria e orgulho ao relembrar as conquistas da Intuição e de muita tristeza, quando se pensa na saudade deixada por todos que contribuíram com o crescimento da Adefal, e em especial Gerônimo que de forma prematura faleceu em março deste ano.
“Hoje para todos que fazem parte da Adefal, é uma data de muito orgulho, quem conhece a história desta Instituição sabe o quanto ela vem crescendo e contribuindo para a garantia de uma vida digna, principalmente para as pessoas com deficiência. Adefal não é só saúde, é acima de tudo valorização pessoal e respeito. Por isso nós que hoje estamos a frente desta Instituição temos o dever de melhorar cada dia mais nossos trabalho, para que possamos dar continuidade a luta de verdadeiros heróis como Walmer e Gerônimo, homens que jamais serão esquecidos”, destacou Roseane.
Walmer Urtiga foi um dos fundadores da Adefal e esteve na presidência da Instituição de 1981 a 1987, quando passou a ser presidida por Gerônimo Ciqueira, que continuou a frente da Intuição por 20 até maço de 2008, quando de forma prematura faleceu vítima de uma pneumonia.


Jade Magalhães

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Adefal e Fedefal defendem alterações no texto para aprovação do Estatuto do Deficiente em Brasília

A Federação de Entidades de Pessoas com Deficiência – FEDEFAL em parceria com a Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal realizou nesta sexta-feira (03) um amplo debate sobre o Estatuto do deficiente. Participaram das discussões representantes de associações de vários municípios alagoanos, como conclusão do debate, por unanimidade, os participantes se posicionaram contrário a aprovação pela Câmara Federal do Projeto de Lei n.º 7.699/2006 que cria o Estatuto do Deficiente.
Ao explicar o posicionamento contrário a aprovação do projeto a presidente da Adefal, Roseane Cavalcante revela que o texto apresenta inúmeras irregularidades e precisa ser adaptado a realidade das pessoas com deficiência, além do que se faz necessário que a Câmara Federal proporcione um debate amplo junto aos segmentos ligados ao deficiente, para que desse debate posso ser apresentar emendas ao projeto.
Roseane que também é coordenadora da Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos – ONEDEF participa nos dias 8, 9 e10 de agosto da reunião do Conselho Nacional dos Deficientes (CONADE), onde uma comissão provisória vai debater especificamente propostas de emendas que serão encaminhadas ao relator do projeto na Câmara Federal, deputado Celso Russomano.
“Vejo o projeto de forma bastante positiva, mas quando nos posicionamos contra o projeto e defendemos um debate mais amplo e porque alguns pontos não foram atendidos no Estatuto ou estão contra a nossa realidade, como, por exemplo, à institucionalização das escolas especiais, onde a tendência mundial é a educação inclusiva. Não podemos aceitar a aprovação de um projeto que já contradiz o que a ONU aponta como de direito”, Finalizou Roseane.

Jade Magalhães

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Adefal debate estatuto do deficiente na sexta-feira

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal realiza nesta sexta-feira (3) às 9h reunião para debater o estatuto do deficiente. A reunião faz parte das atividades vinculadas ao projeto "O Direito de Saber" cujo objetivo além de informar a pessoa com deficiência os seus direitos é também integrar organizações ligada aos deficientes para implantações de novas leis e principalmente o ajuste e adequação do estatuto do deficiente.
Durante a reunião será apresentado os prós e contras da votação do estatuto do deficiente, como também será aberta uma pauta de debates para que sugestões possam ser apresentadas para a melhoria do estatuto, As sugestões farão parte de um documento que está sendo elaborado e será encaminhado a órgãos ligados a pessoa com deficiência, como também aos representantes políticos em âmbito municipal, estadual e federal.
Para a presidente da Adefal, Roseane Cavalcante a reunião é de grande importância, pois através da elaboração deste documento Alagoas toma efetivamente uma posição no que se refere ao Projeto de Lei que cria o Estatuto da Pessoa com deficiência, projeto este que segundo Roseane apresenta inúmeras e falhas que precisam ser corrigidas. ”Até agora, Alagoas não se posicionou se é a favor ou contra estatuto, como também não apresentou sugestões para adequação do mesmo. Não podemos ficar omissos neste momento por isso é de extrema importância à participação de todos neste debate, temos que mostrar nossa realidade e propostas que possam nos atender”, destacou Roseane.
O debate contará com a participação dos representantes das entidades alagoanas integrantes da Federação de Entidades de Pessoas com Deficiência - FEDEFAL.

Jade Magalhães

quinta-feira, 26 de julho de 2007

Atletas da Adefal a caminho do Parapan-americano Rio 2007

A pouca mais de cinco dias do embarque para o Rio de Janeiro, onde será disputado os jogos parapan-americano 2007, o clima de ansiedade toma conta dos atletas paraolípicos João Tenório e Sônia Gouveia da Associação dos Deficientes de Alagoas – ADEFAL.
Após uma semana de muito treino os atletas embarcam no próximo dia 1º, e levam com eles a responsabilidade de representar Alagoas e Adefal no atletismo nas categorias de lançamento de discos e dardo e arremesso de peso, e principalmente a missão de mostrar para o mundo a força dos paraatlestas brasileiros.
A veterana em jogos panamericanos Sônia Gouveia, categoria F53 em lançamento de discos e dardo e arremesso de peso, aos 49 anos acumula em seu currículo, além de recordes mundiais a participação em três (3) parapan, quatro (4) campeonatos mundiais e uma (1) olimpíada.
O primeiro Panamericano disputado por Sônia foi em 1990 em Caracas – Venezuela, onde a atleta trouxe para o Brasil a medalha de prata em lançamento de dardo e arremesso de disco.
Em 2000 no México Sônia Gouveia volta aos jogos panamericanos dessa vez é a dobradinha de medalhas de ouro em lançamento de disco e arremesso de peso e medalha de prata em lançamento de dardo.
O recorde parapan-americano em lançamento de dardo com a marca de 8,38 m foi conquistado em 2003 durante os jogos do panamericanos em Mar Del Plata – Argentina, onde Sônia trouxe também para o Brasil as medalhas de ouro em lançamento de dardo e bronze em lançamento de disco.
Estreando em jogos panamericanos João Tenório, categoria F56 promete fazer uma brilhante atuação. O atleta de 33 anos perdeu os movimentos dos membros inferiores há cerca de 9 anos em um acidente de trabalho, onde caiu de uma altura de 12 m, desde então dedica-se a prática esportiva.
João Tenório que até início desde ano dividia-se entre a prática de basquete e o atletismo, hoje optou pelo atletismo e já conta em seu currículo com títulos importantes como de campeão Brasileiro em lançamento de discos e dardo e arremesso de peso no Rio de Janeiro em 2005 e campeão Regional nos anos de 2003, 2004,2005 e 2006.
Em 2007 João Tenório vem apresentando resultados ainda mais satisfatórios como o ouro em lançamento de disco e arremesso de peso durante o Circuito Regional Nordeste da Loteria Caixa de natação e atletismo realizado em Natal. Já no Circuito Nacional da Loteria Caixa de natação e atletismo, em Porto Alegre o desempenho do atleta foi ainda melhor, e o ouro veio nas categorias de lançamento de discos e dardo e arremesso de peso.
O Parapan-americono Rio 2007 acontece entre os dias 12 e 19 de agosto, onde 1.300 atletas paraolípicos se enfrentarão e diversas modalidades.


Jade Magalhães

terça-feira, 10 de julho de 2007

Adefal realiza seminário sobre rede de assistência à saúde da pessoa com deficiência


A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas Realiza nos de 12 e 13 deste mês, no auditório do Hotel Maceió Mar Hotel o II Seminário sobre a Rede de Assistência à Saúde da Pessoa com Deficiência em Alagoas. O evento tem como objetivo avaliar a os 11 anos de atuação da rede de assistência em Alagoas, como também debater os prejuízos que as prestadoras de serviços, em especial as instituições filantrópicas ligadas à pessoa com deficiência vem tendo com a implantação do Complexo Regulador de Assistência (CORA).
O Seminário terá início às 9h, a solenidade de abertura será marcada com uma homenagem especial ao grande idealizador e incentivador da Adefal Gerônimo Ciqueira que neste dia 11, completa quatro meses de seu falecimento. Para a atual presidente da Adefal, Roseane Cavalcante a homenagem é uma forma de reconhecer tudo o que Gerônimo representa para a Adefal.
Durante os dois dias de seminário serão realizados cinco painéis de debates onde serão abordados os temas, Aspectos Epidemiológicos e de Prestação de Serviços, O Papel dos Prestadores de Serviços da Rede de Assistência à Saúde da Pessoa com Deficiência: Funções e Ações, O Papel da Secretaria de Estado da Saúde e das Secretarias Municipais de Saúde de Maceió e Arapiraca na Rede de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência, O papel dos Controles e Avaliações da Secretaria de Estado da Saúde e das Secretarias Municipais de Saúde de Maceió e Arapiraca e o Controle Social na Rede de Assistência à Pessoa com Deficiência no Estado de Alagoas.
Um dos pontos mais importantes desse seminário, segundo Roseane Cavalcante é buscar alternativas viáveis para Complexo Regulador de Assistência (CORA) implantado em Maceió em janeiro deste ano.
“O CORA vem apresentando avanços positivos no que se refere a uma melhorar a assistência de saúde do Município, porém ao adequá-lo as instituições que prestação serviço à pessoa com deficiência ele é um verdadeiro caos. É lamentável ao tratar as intuições de saúde que atende pessoas com deficiência de forma igualitária, sem priorizar a saúde da pessoa com deficiência é retroceder. Adefal que realizava cerca de 1.020 consultas em apenas oito de suas especialidades, hoje com o CORA reduziu para 416. Sabe quem sofre com isso às pessoas com deficiência”, lamentou.
O seminário contará com a participação, várias instituições ligadas à pessoa com deficiência em Alagoas, além da participação de representantes do Ministério da Saúde, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, da Coordenadoria Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência - CORDE, do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência - CONADE, Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos - ONEDEF, da Federação de Entidades de Deficientes Físicos de Alagoas - FEDEFAL, do Governo do Estado de Alagoas, Prefeitura Municipal de Maceió, Secretaria Executiva de Saúde de Alagoas, Secretaria Municipal de Saúde de Maceió, PRODEFAL, Ministério Público - PRODECID.


Jade Magalhães

quinta-feira, 5 de julho de 2007

Adefal lança 1º serviço de atendimento jurídico para pessoas com deficiência em Alagoas

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal, lança nesta sexta-feira (06), às 9h, o balcão de atendimento jurídico para pessoas com deficiência. O evento de lançamento acontece durante um café da manhã na sede da Instituição e vai reunir representantes de várias instituições e da área jurídica de Alagoas. Durante a solenidade os advogados e pesquisadores Rita Mendonça e Sérgio Coutinho, idealizadores do projeto irão apresentar detalhadamente o objetivo e a função do serviço jurídico que será implantado na Adefal.
O Balcão de Atendimento jurídico específico para pessoa com deficiência é algo inovador em Alagoas e segundo a presidente da Adefal Roseane Cavalcante, o projeto tem dos pontos importantes. “O implantarmos o balcão de atendimento jurídico a Adefal abre ainda mais a suas portas para todas as pessoas com deficiência, independentes de serem associados da Adefal, além do mais a parceria entre a Instituição e faculdades de direito de Maceió, vai capacitar estagiários para que possam atuar de forma específica na defesa do direito da pessoa com deficiência, matéria que não é vista nas faculdades”, destacou Roseane.
O setor jurídico da Adefal iniciará as atividades ao público na próxima segunda-feira (9) e funcionará com um atendente, um advogado e dois estagiários de Direito por turno, este equipe e mais alguns estudantes de direitos e funcionários da Adefal passaram durante toda essa semana por um processos de capacitação realizado pela Comissão de Capacitação Permanente do Núcleo de Combate às Desigualdades nas Oportunidades de Trabalho em Alagoas – CPC/NCDOT-AL.
Durante o processo de capacitação foram abordados temas como: Trabalho, Educação, Saúde e Assistência Social, Acessibilidade e Direitos Humanos (este último, tratando dos documentos internacionais e os dispositivos constitucionais que tratam da pessoa com deficiência).
O “Balcão de Atendimento Jurídico receberá o nome de Walmer da Trindade Urtiga em homenagem a um dos idealizadores da Adefal o advogado Walmer que ao lado de Gerônimo fundou instituição em 1981.Walmer falecido há aproximadamente três anos prestou um grande trabalho no processo de valorização e de inclusão social da pessoa com deficiência. Sendo dele o mérito da primeira denúncia formal de discriminação no mercado de trabalho contra a pessoa com deficiência em Alagoas, abrindo com isso um caminho importante para o crescimento do número de deficientes no mercado de trabalho.

Jade Magalhães

domingo, 1 de julho de 2007

Adefal realiza capacitação para implantação do Balcão de Atendimento Jurídico

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – Adefal realiza de 2 a 6 de julho o processo de capacitação jurídica para funcionários e para a equipe atuará no Balcão de atendimento Jurídico da Instituição. O projeto desenvolvido em parceria pelos advogados e pesquisadores Rita Mendonça e Sérgio Coutinho implanta em Maceió o primeiro serviço de atendimento jurídico específico para pessoa com deficiência.
O Balcão de atendimento jurídico funcionará na sede da Adefal, a equipe é composta por um atendente, um advogado e dois estagiários de Direito por turno. Além de garantir os direitos da pessoa com deficiência o Balcão de atendimento surge também com o objetivo de capacitar profissionais para atuarem nesta área específica, garantindo assim um atendimento jurídico que possibilite soluções menos desgastantes e mais céleres no que se refere aos direitos das pessoas com deficiência.
O processo de capacitação será realizado pela Comissão de Capacitação Permanente do Núcleo de Combate às Desigualdades nas Oportunidades de Trabalho em Alagoas – CPC/NCDOT-AL, durante o treinamento serão abordados temas como: Trabalho, Educação, Saúde e Assistência Social, Acessibilidade e Direitos Humanos (este último, tratando dos documentos internacionais e os dispositivos constitucionais que tratam da pessoa com deficiência).
Para a presidente da Adefal Roseane Cavalcante o projeto é um grande passo na luta em defesa dos direitos da pessoa com deficiência, pois além de capacitar os profissionais para atuarem na área específica dos direitos da pessoa com deficiência, vai garantir as pessoas com deficiência a oportunidade de lutar dignamente por seus direitos. “O Balcão de atendimento é um serviço que atenderá todas as pessoas com deficiência, independente que sejam associados da Adefal”, explica Roseane.
O “Balcão de Atendimento Jurídico Walmer da Trindade Urtiga, será inaugurada na sexta-feira (6) e receberá este nome em homenagem a um dos idealizadores da Adefal o advogado Walmer Tindade que ao lado de Gerônimo Ciqueira fundou instituição em 1981.
Walmer falecido há aproximadamente três anos prestou um grande trabalho no processo de valorização e de inclusão social da pessoa com deficiência. Sendo dele o mérito da primeira denúncia formal de discriminação no mercado de trabalho contra a pessoa com deficiência em Alagoas, abrindo com isso um caminho importante para a inclusão do deficiente no mercado de trabalho.

Jade Magalhães

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Apresentações folclóricas e muita animação no Arraial da Adefal

Centenas de pessoas curtiram a animação do Arraial da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas - Adefal realizado na ultima sexta-feira (22). A Festividade marcou a passagem dos festejos juninos em Maceió, e teve como meta proporcionar aos pacientes, funcionários e a população um momento de descontração e de resgate as tradições culturais de Maceió.
Com apoio da liga do bumba-meu-boi de Maceió a Adefal levou ao público, atrações como quadrilha, coco de roda, bumba-meu boi e capoeira. Comidas regionais e forró pé de serra não poderiam faltar, sem esquecer o tradicional sorteio do Balaio de São João e da eleição da matuta mais bonita Adefal 2007.

Arraial da Adefal - Fotos